X-Men: A Série Animada poderia ter sido BEM diferente das HQs



X-Men: A Série Animada conquistou uma legião fãs, principalmente de quadrinhos. A série adaptou fielmente arcos de personagens e histórias icônicas, como A Saga da Fênix Negra, Dias de um Futuro Esquecido e muito mais, ou seja, a série honrou seu matérial fonte. Porém, parece que as coisas poderiam ter sido bem diferentes.


O showrunner Eric Lewald e a escritora Julia Lewald revelam no livro X-Men: The Art and Making of the Animated Series, que as ideias iniciais para série divergiam muito dos quadrinhos. Segundo os dois, a Saban Entertainment, que co-produzia a animação, queria uma animação infantil bem convencional, com poucos personagens e…com uma van e um cachorro. Sim, foi isso que você leu!


“O pessoal de Saban consultou Stan [Lee] antes da reunião [de apresentação] e convenceu Stan de que o que precisávamos fazer era um programa convencional para crianças sobre dois caras em uma van com um cachorro procurando mutantes, “O produtor supervisor Will Meugniot relembra no livro. “A versão da série que eles apresentaram pela primeira vez na reunião era que o Professor X e o Ciclope estariam em uma van com o Cerebro e um animal fazendo companhia, cruzando o país, encontrando mutantes em um programa de mutantes semanal. Foi quando pensei: ‘É aqui que temos que colocar um limite’. “


A Saban produzia animações como Karate Kid e My Favorite Fairy Tales, então queriam manter toda essa atmosfera nos X-Men. Além disso, com poucos personagens e uma trama mais simples, a animação seria mais barata de produzir. Felizmente, essa ideia foi descartada e como resultado final recebemos uma animação atemporal e elogiada, seja por sua fidelidade, ou por tocar em temas sociais importantes.

X-Men: A Série Animada poderia ter sido BEM diferente das HQs
Karate Kid – 1989

A animação está disponível no Disney + e ganhou um trailer moderno para divulgá-la.

Você consegue imaginar o Professor X e o Ciclope com um cachorro em uma van procurando mutantes?

Fonte: CBR