Conheça Pryde of the X-Men, a animação esquecida dos mutantes



Os fãs já estão habituados com as mais famosas animações dos mutantes: X-Men: Evolution, Wolverine e os X-Men, X-Men versão anime e, é claro, X-Men: A Série Animada, dos anos 90. No entanto, mesmo antes do famoso desenho de 1992 surgir, nos anos 80 houve a produção de uma outra série animada, Pryde of the X-Men.


X-Men: Pryde of the X-Men ou apenas Pryde of the X-Men foi um piloto único de uma animação originalmente transmitida por redifusão em 1989 no bloco de televisão Marvel Action Universe, apresentando os super-heróis mutantes da Marvel Comics. Confira abaixo, algumas informações sobre a animação e porque afinal de contas houve o cancelamento, contendo apenas esse único episódio.

⊗ Produção

Desenvolvido pela Marvel e pela New World Television, o episódio tem duração de 22 minutos. A parte da animação ficou por conta da Toei Animation, estúdio de animação japonês muito conhecido pelas animações Dragon Ball Z e Sailor Moon.

Larry Parr, roteirista da animação do Homem-Aranha dos anos 80, escreveu o roteiro do piloto. Robert J Walsh (Transformers e My Little Pony) trabalhou na trilha sonora. Stu Rosen, que trabalhou na animação dos anos 80 do Superman, fez a direção de dublagem. Margaret Loesch & Lee Gunther foram produtores executivos, Ray Lee ganhou o cargo de diretor de animação. Por fim, o lendário Stan Lee fez a parte da narração do episódio.

⊗ Os personagens

Ao todo, durante o episódio vemos uma lista com 14 personagens. Sendo eles, 8 pertencentes aos X-Men, e os outros 6 do lado da Irmandade de Mutantes.

  • X-Men: Professor X, Ciclope, Tempestade, Cristal, Noturno, Wolverine, Colossus e Kitty Pryde.
  • Irmandade: Magneto, Emma Frost (Rainha Branca), Fanático, Blob, Pyro e Groxo.

O dragão alien Lockheed também aparece, primeiro sendo um pet maltratado por Magneto, mas depois adotado por Kitty.


⊗ Enredo

Magneto que estava preso e sendo transportado por um comboio. O mutante recebe a ajuda da Rainha Branca e consegue se libertar e retornar ao planejamento de seus objetivos malignos. Nesse meio tempo, os X-Men conhecem uma nova recruta, a jovem Kitty Pryde. Acolhida pelo Professor X, Kitty entrará para a equipe para que possa aprender a utilizar seus poderes.

As coisas começam a mudar quando Magneto envia Pyro e Blob para descobrir as coordenadas de rastreamento do cometa Scorpio, que está se aproximando da Terra. Os X-Men impedem Blob e Pyro, no entanto, isso era uma distração para tirar os X-Men da Mansão X enquanto Magneto e Fanático invadem o lugar. O Professor descobre através dos pensamentos de Magneto que eles vieram em busca do “circuito de poder mutante” do Cerebro. Ele entrega o dispositivo a Kitty e ordena que ela fuja, mas Magneto consegue capturá-la e roubar o circuito.


Com o circuito em seu poder, Magneto consegue mudar o curso do Cometa Scorpio e direcioná-lo para a Terra. Se a colisão acontecer, os humanos estarão em apuros, pois a explosão criará uma névoa que bloqueará a luz do Sol, o planeta será coberto por gelo, uma era onde só mutantes sobreviveriam.

Os X-Men então vão até o Asteroid M para lutar contra a Irmandade e tentar impedir que o cometa colida com o planeta Terra.

⊗ Recepção do público

Na época, a reação dos fãs ao piloto foi mista. Muitas pessoas gostaram muito, outras, no entanto, reclamaram da forma como a animação foi tratada. Se por um lado o desenho recebeu muitos elogios pela qualidade da animação, por outro os fãs sentiram que a produção abusou um pouco da “galhofa”.

As cenas de ação foram reduzidas a fim de manter o tom infantil no desenho animado. Outra reclamação é o episódio tocar apenas superficialmente nas questões sociais frequentemente tratadas nos quadrinhos, afinal, X-Men ficou conhecido por tratar sobre discriminação, intolerância e racismo.


Outras reclamações vieram no sentido da infidelidade com relação aos quadrinhos. Wolverine, um personagem canadense, é dublado por um ator australiano com um sotaque forte de sua terra natal. Emma Frost e Fanático fazendo parte da irmandade de Magneto também é algo a se estranhar. A Rainha Branca inclusive ganhou poderes que ela não possui nos quadrinhos, como voar e lançar rajadas aparentemente psiônicas.

Embora contasse com erros, ficou claro que a animação tinha muito potencial, o piloto era apenas um teste e ela poderia se tornar um ícone pop.

⊗ Por que foi cancelada?

A Marvel Entertainment Group, Inc desde 1986 pertencia a New World Entertainment Ltd. Mas em 6 de janeiro de 1989, a MacAndrews & Forbes Holdings de Ronald Perelman comprou o Marvel Entertainment Group por U$ 82,5 milhões. O negócio não incluiu a Marvel Productions, que ficou com a divisão de TV e cinema da New World. Essas alterações fizeram com que os novos cabeças da empresa focassem em animações mais infantis, como Muppets por exemplo, desistindo de Pryde of the X-Men.

Em 1990, no entanto, a presidente da Marvel Productions, Margaret Loesch, também se tornou CEO da Fox Kids, e foi aí que a mágica aconteceu. A Fox adquiriu os direitos dos mutantes, a produção de um piloto para uma animação dos X-Men foi encomendada e assim surgia X-Men: A Série Animada.


⊗ Confira abaixo o episódio legendado

O canal no youtube “Delano de Aquino Silva” postou uma versão legendada do piloto de Pryde of The X-Men, que você poderá conferir abaixo.

Você conhecia essa animação? Acredita que se ela seguisse em frente seria melhor que a série animada? Diga o que pensa nos comentários.