LEGION: Lenny Busker deveria ser um homem de meia idade, revela Aubrey Plaza!

Share Button
17373010_10155274402436320_259049840_o

Mais uma vez o programa de Conan O’brien, o talk show Conan, da TBS, contou com a presença de Aubrey Plaza, a atriz que interpreta Lenny Busker na série “LEGION”. Ela falou um pouco sobre a série e a história da personagem, que havia sido planejado originalmente no piloto para ser um homem de meia idade, mas coube à atriz, de 32 anos, dar vida a Lenny. Lenny é uma amiga de David Haller, o protagonista vivido por Dan Stevens, e sofre com problemas com o excessos de álcool e drogas, entretanto apresenta uma forma peculiar de otimismo.
Durante a entrevista a atriz contou como foi convidada para participar de Legião, e foi durante um café com Noah Hawley, o criador da série, e a forma inesperada que ele a convidou para viver Lenny. E supôs que o fato de estar debilitada e caminhando de maneira diferenciada na época, talvez possa ter influenciado na sua escolha.

“Eu me lembro de tomar esse café com ele, e eu estava de muletas naquele momento porque eu tinha machucado uma articulação… Eu não sei, talvez não tenha nada a ver com isso, talvez tenha sido alguma coisa em meu comportamento”.

A série Legião conta a historia de David Haller, o Legião dos quadrinhos de X-Men. Um jovem mutante que sofre com transtornos mentais, que foi diagnosticado com esquizofrenia durante a adolescência e fica cativo em hospitais psiquiátricos desde então. Com o passar dos anos, ele percebe que as vozes e visões em sua mente, podem ser bem mais do que alucinações.

Nos quadrinhos e animações, David, o Legião, é um mutante de nível ômega filho de Charles Xavier e Gabrielle Haller. Recentemente o ator Patrick Stewart afirmou que aceitaria viver novamente o Professor Xavier na série de TV. A série, que está quase ao fim da primeira temporada já garante a volta de David para uma segunda temporada ainda sem data prevista de estreia. Não percam Legião no canal FX.

Matéria feita pela contribuição de Rayme Diamantino
Fonte: Omelete

Comentários