Conheça X-23, a personagem de Dafne Keen em Logan!

Share Button
d3c17ea56fa98d8f1aae376ae67a89bd

Estamos a pouco mais de duas semanas da estreia mundial do terceiro (e último) filme do Wolverine interpretado por Hugh Jackman, Logan. Nesta nova aventura do Carcaju, conheceremos alguns personagens que estão presentes nos quadrinhos dos mutantes, mas que não são tão populares, sendo assim, o Universo X-Men decidiu fazer algumas postagens periódicas, para apresentar a vocês estes personagens. Comecemos então com a aprendiz de Wolverine no filme, interpretada por Dafne Keen, a X-23.

Criação:

Criada por Craig Kyle e Christopher Yost para a série de TV animada X-Men: Evolution, Laura Kinney (AKA. X-23) fez sua primeira aparição na terceira temporada no episódio 11 nomeado como “X23”.

Muito além de ser apenas um dos clones já existentes do Wolverine, Laura ganhou fama e sua própria popularidade, tanto que a Marvel Comics em 2004 a inseriu na 3ª edição de uma minissérie chamada #NYX (“Mutantes em Nova York“) escrita por Joe Quesada e desenhada por Joshua Middleton. No entanto, a minissérie não fez muitas vendas, e foi cancelada na sua 6ª edição (faltando ainda 1 edição para a conclusão).

Contudo, a Marvel decidiu dar uma segunda chance a uma das personagens dessa HQ (A Laura, é claro) e em 2006 lançou uma HQ solo intitulada “X23: Innocence Lost” (X-23: Inocência Perdida), esta, claro, sendo sucesso de público e crítica, enraizou completamente a personagem de Kyle e Yost no universo da Marvel Comics.

Origem Original:

Em “X-Men: Evolution“, Laura foi inserida como sendo o 23º experimento “perfeito” do DNA original do Logan, após 22 tentativas falhas de tentar recriar o programa Arma X, na qual a cientista responsável por criá-la foi a Dra. Deborah Risman, que trabalhava para a H.Y.D.R.A. Seu esqueleto foi unido com o metal adamantium quando ela tinha 12 anos, a jovem sofreu muito até aprender a reconhecer e controlar sua força e seu poder. Logo após isso, culpando Wolverine pelo seu sofrimento, ela parte em busca de vingança contra ele e de todos que entrarem em seu caminho.

Origem nas HQ’s:

Laura é o produto de um programa secreto dirigido pelo Dr. Martin Sutter e pelo Dr. Zander Rice, que tentou reproduzir os experimentos da Arma X, que substituía o adamantium ao esqueleto de Logan.
Com um foco diferente, visaram a criação de um clone perfeito a partir das amostras genéticas do Wolverine. No entanto, suas amostras estavam danificadas e isso significava que os cientistas tinham que criar um gêmeo genético feminino ao invés de um clone do original masculino. Depois de 22 fracassos, o vigésimo terceiro se mostrou viável ao projeto. Dra. Sarah Kinney adentrou ao projeto como uma das Cientistas Chefes, mas conforme os estudos avançavam, ela começou a demostrar um carinho estranho e acabou utilizando uma pesquisa ilegal no embrião. Dr. Zander Rice enfurecido, a força a agir como a mãe substituta para o “espécime”, dando a luz a Laura.

Criada desde os sete anos de idade no laboratório, Sarah havia lhe dado o nome de Laura, uma forma intima de contato entre elas, mas para o Laboratório, a menina só era conhecida como X-23, ou espécime X23. Laura foi cruelmente exposta à radiação para forçar a ativação de genes mutantes e é quando suas garras surgem – duas de cada mão e uma em cada pé – dando sequência ao projeto. Alguns meses depois, Laura foi alvo da inserção de adamantium nas garras, sobrevivendo ao processo assim como Logan.
Treinada para se tornar uma assassina, Laura fazia missões secretas de assassinato, em que ela só recebia um item do alvo que contia seu odor e uma foto da vitima. Tendo suas missões concluídas, ela podia ter a visita de sua mãe na cela, aproximando ainda mais uma da outra. No entanto, as missões em que ela falhava, além de perder as visitas de sua mãe, eram acompanhadas dezenas de treinos pesados para compensar sua falha. Culpada, Laura se cortava em meio a fúria em uma tentativa de se “punir” mesmo ela sabendo que era em vão, graças ao ao seu fato de cura avançado.
A Dra. Sarah Kinney acaba descobrindo que Rice está planejando continuar o projeto com as cobaias X-24 a X-50, por isso, ela pede a Laura que destrua todas as amostras e mate Rice, e a garota cumpre a missão. No entanto, o cientista antes de morrer, decidiu ativar pela segunda vez a “Berserk Rage” (Fúria Selvagem) da menina, que é ativada por um composto químico (Trigger Scent) – a primeira vez a fúria foi ativada contra seu sensei, em um dos treinos. Tomada por uma raiva incontrolável, X-23 se vê forçada a caçar sua mãe, e rasga-la até ter sua fúria ser contida. Após voltar a si, Laura descobre o que fez e chocada, cai em desespero. No entanto, encontra fotos do Professor X, do Instituto e do Logan deixadas por Sarah, então ela foge e sai ao mundo para fazer seu próprio caminho.
Mais tarde, é revelado que Sarah fez foi duplicar o cromossomo X sem a autorização dos superiores, já que o Y estava comprometido, gerando então um clone feminino assim como ela substituiu os genes da mãe genérica pelos genes dela, já que ela não tinha filhos.

X-23 já apareceu em uma grande variedade de títulos de quadrinhos, tanto como membro da equipe de Xavier como em outras sub-equipes e HQs.

Habilidades e Personalidade:

E como a Laura será abordada nos filmes?

Na versão cinematográfica, Laura (interpretada por Dafne Keen) será vista como uma criança que entra na vida de Logan quando ele está tentando esquecer o seu passado como Wolverine.  Ela será abordada como um bicho que passou muito tempo em cativeiro, não possui instruções de como se portar, se assusta e se sente ameaçada com facilidade, é feral, impulsiva, habilidosa, inteligente e bastante forte. Aparentemente, ela também terá seu lado doce e gentil, sendo bastante humana e expressiva, no entanto, ela não consegue diferenciar o certo do errado, e não reconhece quando ultrapassou dos limites. Em um momento ela está descobrindo quais tipo de doce lhe agrada, em outros brinca com a facilidade que consegue derrubar um homem adulto. Vê em Logan uma figura paterna que ela desconhecia, mas que o aceita a partir do momento em que percebe como ambos são iguais. Ela é ingenua na mesma medida que é perigosa, e contente mesmo quando está arriscando sua vida.

Logan, 2 de Março nos Cinemas!

Fonte: Empire e Wiki

Comentários